Páginas

domingo, 23 de dezembro de 2007

Falso Patriotismo

Em ano de copa
O país fica amarelo
Pintado de verde,
Ou verde
Pintado de amarelo.


Quando acaba
Fica tudo colorido,
Independente de o Brasil ganhar ou não.


Vê-se camisas da Itália,
Da Inglaterra, França
E Japão.


(Lalo Oliveira)

10 comentários:

César Fernández disse...

Versos profundos, bonitos e até divertidos.

Primeira vez que venho aqui, pretendo voltar.

Lui Felipe disse...

É vim pro blog pela comunidade o orkut... Bom blog

Seus versos são legais e profundos

-

Voltarei

mila disse...

vii seu blog pelo orkut tbm
kraaaa..amei..poesiaa eh tudo..
to com um blog tbm mas eh novo aindaa
www.justmee.blogger.com.br
se kizer parceriaa..estamos aee!
bjs!

feliz natal!

Parabólica disse...

Lembrei de uma redação da escola sobre a frase: "o mal da Copa é o mal de Alzheimer", referindo-se ao fato de que, quando a Copa do Mundo vai chegando, o povo esquece da miséria, da corrupção, da violência.

Gostei daqui, voltarei sempre :D
Natal feliz, poeta.

MH disse...

Uma cor para o Brasil? OLha, acho que a situação está preta e o povo roxo de vergonha.
(Ah, peleu pela visitinha la no meu blog)
abraços

marcelo henriques

Jefferson disse...

e viva o falso patriotismo!
heheheh

Na conta! disse...

Não é nem tanto falso. Até pelo contrário. Creio que o brasileiro no que condiz ao futebol, é um povo bastante ufanista. Mas só nisso. O que acaba por ser triste.

Leandro disse...

Nossa cara, você é bom com as poesias, parabens!

Abraço.

Dragus disse...

Gostei da crítica.

E esse ano teremos da mesma porcaria.

blog disse...

Vc escreveu um poema na linha do Leminski.
Sem medo de rimas, o que é louvável. E, claro, carregado de ironia sobre o nacionalismo (a meu ver babaca) do brasileiro.